Almoços & jantares arrozada Arrozadas e Quinotos Pratos quentes

Receita. Arroz de choco com tinta.

Esta arrozeira foi o meu presente de anos! Desde janeiro que sonhava com a chegada dos dias de bom tempo para a poder utilizar.. e finalmente chegaram! Este domingo dia 3 de Maio – Dia da Mãe, foi perfeito para uma Arroz de choco com tinta.

Passei no mercado de manhã, e comprei todos os ingredientes necessários á execução desta receita – tendo dado maior importância à banca onde comprei o choco! e que maravilha de choco! A verdade é que quando os ingredientes são de qualidade, se os trabalhamos com empenho e muito amor! (isto é muita com vontade que resulte bem.. ) então temos um prato á maneira! Nada como podermos fazer uma boa arrozada no conforto de nossas casas 🙂 

Neste tipo de pratos praticamente todo o tipo de ingredientes podem entrar! só têm que fazer sentido juntos ❤ e aqui refiro-me a todo o tipo de peixe, marisco, carne, legumes, vegetais, cereais ou pseudo-cereais, frutos secos, sementes e especiarias! de preferência frescos, de produção local e inteiros, mas porque não congelados? secos ou desidratados? basta sabermos como foi feito o processo de conservação, e claro podemos aprender a faze-lo nós mesmos! Espreite algumas dicas de congelação neste artigo. Para este estilo de arrozadas, aprendendo a técnica é muito fácil replicar e dar vida ao que temos 🙂

Experimentem e contem-me tudo.

Receita:

Ingredientes:

4 c. sopa de azeite
1 cebola
3 dentes de alho
1 c. Sopa de gengibre fresco
1 Malagueta (sem sementes)
1 taça de vinho branco 
1 taça de coentros frescos
1 choco
1 “saco” de tinta de choco
2 copos de arroz carolino (integral)
4 copos de água – a acertar quantidades
1 c. sobremesa de sal


Preparação:

1. Coloque ao lume uma frigideira grande, adicione a cebola e o alho picados, deixe refogar, e adicione o choco limpo e em pedaços.
2. Adicione de seguida o arroz, a malagueta picada e os talos dos coentros picados, envolva bem e deixe alourar.
3. Verta o vinho branco, e por fim água quente (aos poucos). 
Atenção: Sempre que adicionamos água a meio da cozedura, devemos faze-lo com agua quente (diretamente da chaleira) para não quebrarmos a temperatura. 
4. Rectifique temperos e adicione a tinta.
5. Envolva cuidadosamente e por fim adicione as folhas de coentros grosseiramente picadas.
6. Retire do lume e sirva assim mesmo.
5. Leve os moinhos para a mesa (fazem sempre falta!)

Boas receitas ❤

Espreite outras receitas de tacho aqui:
Arroz de tamboril e camarão.
Arroz de choquinhos.
Paella vegetariana. 
Quinoto de marisco.
Esparguete de camarão e limão ao alho.

Leave a Reply

%d bloggers like this: