Almoços & jantares arrozada Pratos quentes

Receita. Arrozada de Tamboril e Camarão.

Uma boa arrozada é uma refeição que gosto sempre muito, e que não me canso de repetir cá por casa. Se os ingredientes forem de qualidade e se forem bem trabalhados e potentados no conforto de nossas casas, normalmente nascem coisas boas 🙂

Neste tipo de pratos praticamente todo o tipo de ingredientes podem entrar! só têm que fazer sentido juntos ❤ e aqui refiro-me a todo o tipo de peixe, marisco, carne, legumes, vegetais, cereais ou pseudo-cereais, frutos secos, sementes e especiarias! de preferência frescos, de produção local e inteiros.

Se necessário podemos sempre optar por congelar os nossos vegetais, ou utilizá-los secos ou desidratados! neste caso é importante sabermos qual o processo de conservação, ou aprender a faze-lo nós mesmos! Espreite algumas dicas de congelação neste artigo.

Ao aprender a técnica é muito fácil dar vida ao que temos.
Esta arrozada de tamboril e camarão é especial! ❤ experimentem e sabem porquê!

Ingredientes:

6 c. sopa de azeite – ou o necessário para cobrir o fundo da panela
3 tomates grandes (sem casca) – ou 200 gr de polpa de tomate.
1 cebola grande picada
3 dentes de alho picados
1 c. sopa de gengibre fresco
1 malagueta picada (sem sementes)
1/4 pimento encarnado
1 taça de vinho branco
1/2 taça de coentros frescos
1 tamboril
250 gr e camarões frescos (com casca)
2 copos de arroz carolino (integral) – previamente demolhado por 4/6 horas.
10 copos de água – a acertar quantidades
1 c. sobremesa de sal grosso

Nota: Esta receita não foi feita com arroz integral, mas esta é sem dúvida dúvida a melhor opção.

Preparação:

Preparação:

1. Comece por lavar e demolhar o arroz por 4 a 6 horas.
Retire da agua, lave novamente e reserve.
2. Coloque água a ferver numa chaleira e reserve.
3. Numa panela coloque a cozer os camarões (com casca) e o tamboril (em postas) com agua até os tapar. Quando estiverem no ponto retire-os do lume e reserve.Atenção: não deite a agua fora – vai ser utilizada no passo seguinte. 
4. Coloque na água as cascas e as cabeças dos camarões, deixe ferver e desligue o lume. 
5.  Bata muito bem com a ajuda de uma varinha mágica, de seguida coe e reserve o liquido – que vai ser adicionado gradualmente aos restantes ingredientes – vem dar cor, sabor e devolver o nutriente ao nosso arroz.
6. Coloque ao lume uma panela grande, adicione a cebola, o alho e o gengibre picados, deixe refogar. 6. Adicione de seguida os pimentos, a malagueta, e por fim o arroz (demolhado) e os talos de coentros picados. 
7. Verta a água de cozedura do camarão (já coada), o vinho branco, e deixe cozinhar o arroz.
8. Vá vertendo, aos poucos a água bem quente (da chaleira) – lembre-se que o arroz e restantes ingredientes têm que ter sempre agua à superfície.
Atenção: Sempre que adicionamos água a meio da cozedura, devemos faze-lo com agua quente (diretamente da chaleira) para não quebrarmos a temperatura. 
9. Desligue o lume quando sentir que o bago de arroz está no ponto certo de cozedura.
10. Rectifique temperos, e adicione o tamboril e os camarões. Envolva cuidadosamente, adicione as folhas de coentros grosseiramente picadas e sirva assim mesmo.
11. Leve os moinhos para a mesa (fazem sempre falta!)

Boas receitas ❤

Espreite outras receitas de tacho aqui:
Arroz de choco com tinta.
Arroz de choquinhos.
Paella vegetariana.
Quinoto de marisco.
Esparguete de camarão e limão ao alho.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: