Almoços & jantares Culinária Tradicional Pratos quentes Programa TV Receitas "Sem Culpa Nem Pecado" Receitas cruas

Receita. Bacalhau com Natas de cajú.

Esta receita é uma nova abordagem das nosso bacalhau com natas, onde confecionamos de uma forma muito simples e distinta natas de caju (trazendo assim para um prato tradicional um elemento tão importante como os frutos secos, que a dieta mediterranica tanto defende), damos vida aos espinafres, como vegetal verde de elevada importância, e às especiarias que tanto contribuem para o reforço do nosso sistema imunitário. O bacalhau passa também muito brevemente pelo lume, de forma a preservar o máximo de nutriente. E por fim adicionamos textura com sementes salteadas na sua peópria gordura ♡

Este Bacalhau com natas mas “sem” natas é de sonho. E como assim “natas sem natas” – são umas natas especiais que preparo com cajus crus e que são de chorar por mais… Espero que gostem, porque podem ser utilizadas em muitas outras receitas. A receita é do meu novo programa Á Roda da Alimentação – Sem Culpa Nem Pecado que podem ver e rever em video aqui

Esta receita é uma nova abordagem das nosso bacalhau com natas, onde confecionamos de uma forma muito simples e distinta natas de caju, trazendo para o prato tradicional um elemento tão importante como os frutos secos, que a dieta mediterrânea tanto defende. Damos vida aos espinafres, como vegetal verde de elevada importância, e às especiarias que tanto contribuem para o reforço do nosso sistema imunitário. O bacalhau passa também muito brevemente pelo lume, de forma a preservar o máximo de nutriente. E por fim adicionamos textura com sementes salteadas na sua própria gordura ♡

Receita 👇

Ingredientes
2 lombos de Bacalhau da Noruega
100 gr de folhas de espinafres frescos
6 batatas brancas pequenas
2 dentes de alho
3 fatias de broa de milho
12 c. Sopa de Azeite Biológico
6 rodelas de malagueta fresca
Pedaço de 2×2 de gengibre
2 c. Chá de flor de sal

200 gr de cajus crus
250 gr de agua
Sumo de 1/2 limão
1 c. chá de levedura nutricional (ou queijo parmesão)
Sal q.b.
pimenta preta q.b.


Preparação:

1. Comece por descascar e cortar as batatas em rodelas de 3mm com a
ajuda da mandona.
Atenção: pode utilizar uma boa faca.
2. Leve as batatas ao lume, apenas em azeite. Deixe cerca de 3 minutos e
vire-as com a ajuda de uma pinça de cozinha. A meio do processo, adicione a
flor de sal e coloque a tampa, para ajudar a que fiquem no ponto no interior e bem salteadas no exterior. Quando prontas reserve.
3. Pique o alho e a malagueta, e rale o gengibre fresco.
4. Coloque uma frigideira ao lume com azeite, adicione o alho e malagueta
picados, flor de sal e gengibre fresco ralado. Deixe amolecer e doirar.
5. Quando amolecidos e dourados adicione os espinafre e deixe saltear por 2 minutos em azDescongele totalmente o bacalhau.
6. Coloque ao lume, em azeite, também com tampa por 5 minutos – as lascas
devem ficar perfeitas e para que assim seja o bacalhau deverá ficar mais
branco, mas deve ser nítida a sua humidade. Se ficar demasiado seco não
vai conseguir que as lascas fiquem perfeitas.
7. Salteie as sementes de sésamo sem qualquer gordura adicional. Até 1 minute ao lume – ou até comecarem a saltar e estalar.
8. Coloque no copo do liquidificadora os cajus demolhados (por 6h), a agua,
o sumo de limão, a pimenta preta e o sal.
Para servir
9. Coloque o aro de metal com a largura de 10/12 cm ao centro do prato. De
seguida coloque uma primeira camada de espinafres salteados, uma
segunda camada de finas fatias de batatas, e por fim uma terceira camada
com as lascas de Bacalhau da Noruega. Termine com as natas de caju, as sementes de sésamo salteadas, os coentros picados e regue com um fio de azeite e está pronto para servir.

SOBRE A REECEITA:

Ingredientes estrela:
– Natas de caju
– Bacalhau
– Espinafres

Novas tendências alimentares:
– receita que dá destaque aos frutos secos, elemento de elevado valor
nutricional para dar vida às nossas natas.
– introdução da levedura nutricional em vez do queijo parmesão.
– introdução de especiarias frescas como base do nosso refogado, que
trazem não só personalidade ao prato, mas ajudam no reforço das defesas
imunitárias.
– utilizamos como gordura o azeite virgem extra, prensado a frio, que
utilizamos tanto na base da receita, como cru no final e que a dieta mediterrânica tanto defende.

Receita isenta de:
– Laticínios, cereais, óleos ou açucares refinados. (Se não se conseguir comprar a levedura nutricional e tivermos que substituir pelo queijo parmesão, não será isenta de laticínios)

Boas receitas! ♡

Leave a Reply

%d bloggers like this: