Como organizo os frutos secos e as sementes cá por casa? As minhas REGRA DE OURO.

Hoje falo um bocadinho sobre os frutos secos e as sementes, aqueles alimentos que são REGRA DE OURO cá em casa.

Porque de dia para dia tenho mais presente a IMPORTÃNCIA do ingrediente, mas também a noção do fundamental que é simplificarmos as nossas rotinas! No post de hoje dou a conheçer alguns dos meus truques, como funciona a organização da minha despensa e o tipo de receitas onde os utilizo 💞


Na minha cozinha, tenho um pequeno canto no qual guardo em frascos todas as minhas sementes e cereais. A forma como penso as receitas é influenciada pela forma como tenho a minha cozinha organizada, porque o jogo de ingredientes depende do que tenho à vista. A utilização de um ingrediente puxa outro, e a criatividade simplesmente acontece. São muitos, e de cada vez que tenho visitas a pergunta é habitual: não se estragam aqui? A verdade é que estão em constante utilização, e cá em casa utilizo a famosa regra da restauração: FIFO (First in. First out). Não volto a encher um frasco enquanto não o acabar. Todos têm a validade. Estão sempre a ser utilizados, para fazer pão, massas frescas, granolas, tartes, mousses de fruta, gelados, saladas, etc. Acho que é raro o prato em que não inclua um tipo de semente. E, por último, estando à vista são o snack de qualquer visita. O que significa que não lhes dou tempo para se estragarem ao estarem expostos a demasiada luz ou para passarem a validade.

✔ Os frutos secos que mais utilizo são os cajus, fundamentais para dar consistência às minhas mousses e gelados de fruta, as amêndoas e as avelãs, que utilizo muito nas bases das tartes.

✔ Como sementes, utilizo desde as sementes de chia, girassol, sésamo e cânhamo nas minhas bowls, às sementes de linhaça no meu pão, ou em toppings nas minhas saladas, carpaccios e tártaros.

👉👉👉 Muito importante é saber que ao demolhar as sementes e os frutos secos está a ajudar no seu processo de digestão. Estes alimentos têm na sua casca uma enzima inibidora que as protege na sua fase de crescimento — é tão interessante a forma como a natureza foi pensada e se defende. Ao passar pelo processo de lavagem e imersão, neutraliza as enzimas inibidoras, tornando a absorção mais fácil e mais completa, e as impurezas são também eliminadas! o que enaltece o sabor.

E muito mais no meu novo livro Cru Bowls. A SUA SAUDE NUMA TAÇA.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s