Aqueles truques que todos devíamos saber quando trabalhamos com alimentos Crus

Hoje vou falar sobre o que são para mim as vantagens de comer cru e qual a melhor forma de o fazermos. Acreditem, o mundo dos Crus poder ser o ideal para integrar numa dieta alimentar, não imaginam a energia e vitalidade que ganhei nos últimos tempos.

Estamos habituados, porque a tradição assim o quis, a cozinhar todos os alimentos. Que em bom rigor nem precisam de ser frescos ou ter sabor, porque os temperos e a forma como os trabalhamos vão lhe dar o sabor que queremos. Mas a verdade é que o sabor de uma alimento é tudo! e se ele for bom, de boa qualidade pode ser comido assim mesmo… comer é bom e deve fazer bem! É tão importante comermos bem. Já experimentou agarrar num alimento fresco, de qualidade e cheio de cor e sabor e dar-lhe ainda mais vida!? sim é possível 🙂

Neste post começo por enumerar aqueles truques que parecem bem simples, e são aqueles que vão fazer toda a diferença.

  1. Comece por substituir os molhos gordos por especiarias, ervas aromáticas, plantas.
    Já pensou em ter a sua própria horta vertical? sim, mesmo num apartamento é possível ter uma horta! Não imaginam o que ando a tramar 🙂
  2. Opte por “cozinhar” com sumo cítrico.
    É a chamada “marinada” – o que significa cozinhar o alimento de uma forma natural na acidez de um citrino. Em minha casa não falta a lima e o limão! Saiba quais os truques para uma boa marinada aqui.
  3. Opte por apimentar com a malagueta.
    A malagueta vem apimentar e dar personalidade aos pratos.
  4. Opte por activar sabores com o gengibre.
  5. Tempere com azeite virgem extra extraído a frio. Os temperos são fundamentais neste estilo de cozinha, uma vez que potencial os sabores naturais dos ingredientes – como o peixe, a carne, os legumes e as  frutas.
  6. Inclua alimentos novos todos os dias e misture-os, dando-lhes uma nova vida e propósito. Arrisque-se numa cozinha cheia de cor e alegria. Dê vida aos seus pratos.
  7. Quer combater a falta de tempo? Opte por comprar a carne e o peixe fresco, e se não consumir no dia, congele na máximo frescura para utilizar diariamente sem pensar que tem que ir ao supermercado ou mercado. Esta é a melhor forma, de combater a dificuldade da ida diária ao mercado ou ao talho.. temos que ser práticos no nosso dia-a-dia!

Mas fica o alerta, quando optamos por alimentos Crus, temos as regras de ourocomprar os produtos no auge da sua frescura, optar por produtos locais e da estaçãolavar muito bem os seus vegetais e frutas antes de consumir, e se optar por não consumir a carne e o peixe no próprio dia,  trabalhá-la e congelá-la – de forma a que mantenha a máxima frescura.

Porque não há nada como aprendermos com a vida, eu optei por integrar cada vez mais alimentos CRUS na minha alimentação, misturando-os e dando-lhes uma nova vida e propósito. Os alimentos crus, no seu estado mais puro, são os que exigem menos esforço do organismo para a digestão, uma vez que já trazem as enzimas especificas para serem facilmente assimilados. Ricos em aguas e fibras são dotados de propriedades desintoxicastes, que contribuem para a sensação de leveza. Alguma vez se sentiu cheio depois de uma refeição “crua”? Segundo o Dr. Edward Howell, defensor desta teoria, comer comida crua é o caminho para uma maior longevidade. Esta é a melhor forma de assimilarmos as enzimas dos alimentos, os seus nutrientes, vitaminas, minerais e aminoácidos – que ao serem aquecidos a mais de 40º, são destruídos, obrigando a produzir as enzimas em falta para ajudar no processo de digestão.

Mas há muito mais para além disto.. estas refeições não são naturalmente confeccionadas com – glúten, lacticínios e açúcares refinados, aqueles alimentos inflamatórios que optei por excluir da minha  alimentação e me ajudaram a acabar com o meu estado geral de inflamação.

Não há nada como experimentar! Quer saber algumas receitas?

Espreite aqui a minha sugestão de Tártaros, de Ceviches, de Carpaccios, e snacks e de sobremesas  e pequenos almoços.


Se quiser optar por uma alimentação totalmente crudivora existem algumas regras para cozinhar os alimentos que abordarei num outro post. Mas na verdade, este não é o meu caso, integro na minha alimentação alimentos cozinhados, desde que sejam saudáveis.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s