O desafio

O porquê deste desafio. Nutricionista Joana.

“ Tenho dias difíceis. Quando, depois de uma boa noite de sono, abro os olhos e só quero voltar a fecha-los, já sei o que ai vem … um banho de água fria! Acordo quente, inchada e com dores no corpo. Nestes dias finjo que não é nada comigo e vamos a isso! Um banho frio para me restabelecer a temperatura, e para me dar a energia e a vitalidade que me falta. E o dia começa… Mas se existe uma “formula” para acabar com estes dias, e se a solução pode estar/ou não nos alimentos que ingiro, então vamos TESTAR. Vamos mudar de alimentação e tornar tudo ainda mais saudável. Porque tudo se faz, é preciso é vontade 🙂 ”

Depois de analisar este quadro e perceber o estilo de vida e alimentação da Inês, um plano de detoxificação e anti-inflamação pareceu-me que pudesse ser a solução. Uma vez que:

A detoxificação – ou detox, é fundamental ao combate do inchaço corporal. É uma técnica de nutrição funcional que ajuda o organismo a eliminar as toxinas e outras substâncias prejudiciais à saúde – líquidos e fluídos acumulados nos tecidos, devolvendo ao corpo a sua NATURAL vitalidade, aumentando o bem-estar e reduzindo o cansaço.

A ação anti-inflamatória é por outras palavras um plano contra a inflamação  – que vai ajudar a parar o processo natural de inflamação do corpo que como consequência origina dores, nomeadamente articulares, musculares, entre outras.  O consumo de alimentos anti-inflamatórios ajuda a melhorar a imunidade,  por meio de algumas substâncias que têm a capacidade de aumentar a liberação de hormonas, que não sendo produzidas podem inibir ou até mesmo bloquear a ação inflamatória necessária para a reparação de vários tipos de lesão: como as dores articulares.

Para este PLANO DETOX E ANTI-INFLAMATÓRIO devem ser tidas em conta as seguintes regras base:

Evitar: cereais com glúten, leite da vaca e seus derivados, produtos processados, açúcares refinados, gorduras saturadas e trans.

Optar
: legumes e fruta, carne, peixe, ovos, cereais sem glúten; água e chás ou infusões sem açúcar; frutos oleaginosos; sementes diversas e leguminosas.

É muito importante que para além destas recomendações, o plano seja acompanhado de exercido fisico e descanso.

Boa sorte Inês.


Nutricionista Joana Malta da Costa @ Cru com pinta

Joana Malta da Costa é nutricionista clinica, licenciada em Nutrição e Engenharia Alimentar pelo Instituto Superior Ciências da Saúde – Egas Moniz e mais tarde em Ciências da Nutrição pela mesma Instituição. Completou a sua formação com uma bolsa de estudo em Inglaterra, na conceituada universidade – Oxford Brookes University, onde estudou Nutrition and Food Science.

Exerce a sua profissão como nutricionista clínica, desde 2005 tendo como ponto-chave das suas consultas a educação alimentar e a adaptação dietética personalizada. Paralelamente é formadora em projetos de formação profissional ligados à adopção de hábitos alimentares saudáveis e é também consultora de Nutrição de diversas publicações e revistas.

Atualmente é coordenadora da consulta de Nutrição no Hospital da Cuf Cascais, assim como é responsável pelo apoio nutricional aos doentes internados na mesma instituição. É ainda co-autora do livro “Bimby à sua medida” publicado em 2013.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s