Dia de pocinhas

Hoje desceram prevenidos, sabiam que era dia de pocinhas.

Artilhados com os únicos instrumentos que precisavam – o camaroeiro e o balde, o caminho para a praia foi uma alegria, cheio de cantorias! Chegados, ficaram a olhar como se estivessem a “estudar” a maré que se encontrava completamente vazia. Uma praia ainda sossegada com algumas crianças já de camaroeiro na mão, agaixadas nas roxas a espreitar e a gritar – Encontrei um, rápido o balde! O grito típico 🙂 Todos se cumprimentam, todos se conhecem – ou assim fazem parecer! Um código, talvez, para espreitarem para os baldes uns dos outros e dizerem: este fui eu que apanhei! Engraçado este espírito já de pequeninos 🙂

Procuraram de tudo .. e as horas passaram.

Mas o mais importante, é que poucos minutos depois o balde está sempre vazio! Fazem questão de devolver tudo ao mar! Um ritual que me dá uma grande alegria 🙂

Pesca nas poçinhas

IMG_1832
IMG_1842IMG_1838

pescaria camaroeiro algrave

Um dia húmido e enevoado mas com direito a pocinhas 🙂 não podemos pedir mais nada. Que bom que é poder vê-los a brincar, com gosto, juntos, na rua!


>> Créditos imagem: Cru com pinta

Tagged with: